Estou aqui: Botânica

Ciênc. Terra e da Vida

Botânica

Carvalho-Alvarinho

Autor: Equipa knoow.net

Data de criação: 14/07/2013; Revisão: 01/09/2013

Contributos: Este verbete não recebeu quaisquer contributos. Se é especialista nesta matéria e acha que pode melhorar esta página contacte-nos para o nosso mail: knoow.net@gmail.com.

Resumo: Apresentação do conceito de Carvalho-Alvarinho...  ver mais

Palavras chave:  Botânica

 

 

Carvalho-Alvarinho

| A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z |



Apresentação do Carvalho-Alvarinho

O Carvalho-Alvarinho (também conhecido como carvalho-vermelho e ainda como carvalho-roble) é uma espécie de carvalho nativa da Europa, amplamente difundida no território português onde é um dos mais importantes carvalhos de folha caduca. No passado era mesmo a árvore dominante nas florestas do Minho, Douro Litoral e Beira Litoral. É uma árvore de grande porte, que atinge 30 a 40 metros de altura e que tem um tempo de vida que varia entre 500 a 1000 anos. Possui copa redonda e extensa nas árvores adultas e contorno oval piramidal nas árvores mais jovens. O seu tronco é robusto, reto e alto, posssuindo uma casca (ritidoma) lisa e acinzentada nos indivíduos mais jovens, ou grossa, castanha e escamosa nos indíviduos adultos. As suas folhas são caducas, membranáceas e pequenas, com 5 a 18 cm de comprimento, sendo geralmente mais largas na parte superior, e apresentando uma cor verde intenso, com as nervuras muito salientes na parte inferior. Com 3 a 7 pares de lóbulos redondos, possuem um pecíolo muito curto com apenas 2 a 12 mm de comprimento. As suas flores florescem em Maio mas apenas a partir dos 80 anos de idade e possui bolotas de maturação anual com 1,5 a 3 cm de comprimento.

A madeira do carvalho-alvarinho é utilizada de muitas formas desde suporte de vinha de enforcado em Portugal passando pelo mobiliário, barris para vinho, construção naval, ferramentas, artesanato, construção de casas e até na produção de carvão vegetal. As bolotas servem de alimento para animais, em especial para porcos.

 

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Fagales
Família: Fagaceae
Género: Quercus
Espécie: Q. robur
Nome binomial
Quercus robur

 

Outras informações:
Habitat: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, entre os 0 e os 1.500 metros de altitude
Origem: Europa (existindo também no Norte de África e na Ásia Ocidental)
Altura: 35 a 45 metros
Longevidade: excepcionalmente até aos 1.500 anos
Propagação: por semente
Floração: Abril e Maio
Maturação dos frutos: entre Setembro e Outubro
Caducidade: folha caduca ou marcescente
Ritidoma: cinzento acastanhado, fendido em placas
Folhas: verdes, mais escuras na face superior, com 5 a 19 cm, com forma oval
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Bienal

Curiosidades
O nome eleito por Lineu para esta espécie – robur – era o termo utilizado para designação de madeiras de grande dureza e solidez, bem como para características humanas, como a força do carácter. De facto, a madeira do carvalho-alvarinho é muito dura, de grão fino e com anéis de crescimento muito bem demarcados. É pesada e muito resistente à putrefacção, pelo que é recomendada para usos que envolvam água.

 

>>Search<<